Liberdade

tollerNesses últimos dias temos ouvido muito a respeito de liberdade. Quem não dançou (falando de nós né!) alguma música que fala de liberdade? Quantos não cantam e tocam nas suas igrejas canções que falam sobre ser livres como águia, pular e correr e dançar para Deus? Acredito que de uma certa forma esse termo até ficou banalizado entre nós.
Trabalho em uma escola de treinamento para líderes cristãos, jovens. As nossas música são recheadíssimas de jargões como “livres pra correr, livres pra dançar, livres pra viver por ti…” e por aí vai. Mas confesso que tinha uma certa resistência com essa vulgarização da “liberdade”. Engraçado, como é difícil ver alguém pular ao som da “liberdade”, quando você conhece muito bem a vida da pessoa. É difícil ouvir “somos livres” dos lábios de quem sem sombra de dúvidas anda em cadeias. Tenho que adimitir que isso me causou um certo endurecimento com relação a algumas pessoas, e consequentemente um horror a canções ou “expressões” de liberdade nos cultos, mas no fundo da minha alma eu queria muito experimentá-la. A verdadeira liberdade! Mas como seria essa liberdade? Eu danço!!!! Tem expressão mais livre do que a dança? Descobri ao longo dos dias como é comum nos prendermos naquilo que nos deveria libertar. Falo isso porque como vocês acredito no poder libertador de alguma expressões, principalmente no que diz respeito a igreja. Mas não seria justamente isso que estava me prendendo?
Certa ocasião estava no culto e recebi uma palavra. A pessoa me disse o seguinte: “é tempo de dançar no secreto.” Naquele instante eu tive vontade de tirar a camisa e dançar intensamente.
Opaaaaa!!! Como assim? Sem camisa? Irmão você está querendo escandalizar? Talvez você esteja se perguntando sobre isso. Mas preciso te dizer antes que você nunca mais apareça nesse blog, porque eu senti aquilo.
Bem, a verdade é que eu não tirei a camisa não. Fiquei bem vestido e no meu lugar. Mas enquanto estava lá eu sentia muita vontade de dançar para o Senhor. Só para ele! Com a roupa mesmo que eu estava vestindo. Sem a “caracterização” do figurino. E esse sentimento me seguiu por muitos outros cultos. A vontade que eu tinha era de ser completamente livre dos olhares, da minha reputação, da estética, da técnica. Porque pensava: Se eu os julgo, imagina eles a mim. De dentro de mim pulsavam movimentos intensos (hummm…o Espírito Santo dança contemporâneo…rsrs) que começavam no meu abdomem e se extendiam pelo corpo, como o pulsar de um coração. Estranhamente estou em um processo, não que não estejamos sempre, de muitas transformações no meu coração. A tal liberdade estava aflorando e eu estava perdendo o controle.
Finalmente a duas semanas atrás eu estava em um congresso, e eu era o único que dançava no lugar, e quando me vi estava lá na frente do púlpito de calça normal, camiseta (e ela era muito chamativa..aff), tênis e me contorcendo naquele movimento que pulsava de dentro de mim. Eu imaginei no que as pessoas estavam pensando. Será que elas me acharam um exibido? Será que incomodei quebrando o protocolo do lugar? A verdade é que meus paradígmas foram ao chão (literalmente) e depois dessa experiência eu tenho tido muito vontade de sair do ordinário e conhecer o extraordinário de Deus. Quero me desconstruir e ser livre de velhos conceitos e idéias, não impostas a mim por pessoas, mas por mim mesmo. Quando Pedro andou sobre as águas ele teve que deixar de lado os paradígmas da física (talvez ele não a conhecesse como tal), os paradígmas do que era aceitável. Afinal de contas andar sobre as águas é meio inaceitável. Mas igualmente ao deixar o que era aceitável ele entrou no inimaginável poder de Deus e foi, mesmo que por um instante, livre para relacionar com o sobrenatural. Já imaginaram o impacto que isso não causou na vida de Pedro? Se fossemos nós, com certeza nos lembrariamos todo dia do que experimentamos. Da mesma forma, eu vou me lembrar do dia que Deus me chamou a liberdade. E quero sim viver nela todos os dias da minha vida. Acredito que nos últimos dias existirão dois tipos de pessoas: Os que apostataram, pois a Bíblia fala muito disso nos últimos dias, e os verdadeiramente livres.

Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:31-32
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. João. 8:36

Agora sim eu entendo a Bel quando começa a se contorcer no chão girando a cabeça. Jesus é lindão, maravilhoso demais. Não dá para não pirar o cabeção com ele ali manifesto ao seu lado. E falando disso, aí está um vídeo dela dançando uma música que se tornou meu lema.

Coisa de gente livre!!!!!!!!!!!

Um abração
Felipe Toller

Sobre ciamudanca

Somos um ministério de artes em Belo Horizonte. Ver todos os artigos de ciamudanca

7 respostas para “Liberdade

  • Bibi-Es

    Olá amigo sumido!!!!!!!!!!!! quanta saudad, nossa como fui totalmente impactada por sua palavras. Saiba que vc é uma pessoa que admiro muito, pela sua simplicidade e humildade de ser.
    Creio que isto é só começo.
    Bjs e todos da Familia Kerigam estamos morrendo de saudade de vc.
    Manda noticias.

  • Ariane Diniz

    A paz à Todos !!

    Bom… Nem acreditei quando li o que escreveu, quase caí pra trás…
    Me senti obrigada à escrever tbm, rs. Vou explicar:

    Idéias de como será experimentar o ‘extraordinário de Deus’ e o que realmente é ‘ter liberdade no Espírito’ sempre povoaram minha cabeça. E hoje, mais do que nunca, eu tenho visto como é importante termos intimidade com Deus e o quanto isso faz (ou não) diferença em determinadas situações. Não só durante os cultos, mas em vários lugares (inusitados às vezes!) eu sinto esse pulsar (o Espírito Santo tbm dança clássico, rsrs). E o primeiro pensamento que vem é à respeito do que as pessoas irão pensar. Mas peraí, não foram as pessoas que morreram na cruz por mim. Não fui chamada por pessoas, porque sentir vergonha das pessoas…

    Enfim, gostaria de compartilhar uma situação que aconteceu neste último final de semana, onde aqui aconteceria um evento envolvendo várias cidades da região. O ministério de louvor de nossa igreja foi convidado à estar presente ali naquele dia e fomos informados que teríamos apenas 6 minutos para ministrarmos (devido à quantidade de ministrações que ocorreria ali). Chamado é chamado, amém?! Fomos. Ministramos os 6 minutos e fomos ‘obrigados’ a parar, rs. Mas em mim, ainda sentia que havia algo mais, que nossa missão ali ainda não tinha terminado. Conversa vai, conversa vem, quando fomos perceber, o organizador do evento já tinha nos escalado para ministrarmos durante um ato profético que aconteceria ali. “Nós???? Mas não tínhamos apenas 6 minutos? Mas isso não foi combinado/ensaiado!?!!!?!!??!”. Amém, respondemos ao chamado de Deus e foi tremendo. Era um estádio de futebol e quando caí na real nós já havíamos dado a volta no campo inteiro, dançando no Espírito.
    Resumindo (mais): Chegamos ao local às 12h e só paramos de dançar às 22h!!

    Quero viver essa liberdade que tivemos ao longo desses “6 minutos” pro resto da minha vida… Rs

    Toller, você disse exatamente o que eu estava querendo dizer mas não conseguia me expressar!
    Até parece que você estava aqui entre a gente, viveu isso com a gente. Você contratou algum tipo de agente secreto para nos vigiar né? Instalou escutas ao nosso redor para ouvir nossas conversas ou algo do tipo?! Ah, fala sério… Rsrsrsrs. Isso é mais uma prova de que Deus é fiel e não falha nunca. E que Ele é o mesmo, seja aqui ou aí!

    Isso também é um testemunho! Rs
    Pela graça de Deus estamos nos esforaçando para que as sementes sejam lançadas.
    E temos visto os frutos!

    Deus seja Louvado.

    Com isso, me lembro também de uma palavra que a Iara ministrou no Seminário, ano passado. Sobre iniciativa… Eu não esqueci! Mas isso é um assunto longo, e já falei demais! =x

    Abraço,
    Ariane Diniz – Sto André SP

  • Lipe Motta

    Noss……como me emociono com as palavras do meu xará……caramba é tudo tão lindo, tão sobrenatural, eu já vivi isso, sei o q é dançar no secreto livremente (sem camisa…rs)…agora só me falta experimentar essa liberdade pulicamente….. foi um encorajamento….Deus continue te abençoando viu!!!…admiro vc d+….\o/

  • Thaty Nogueira

    AFF… VC ESTÁ SENDO UM PORTA VOZ DE UMA GERAÇÃO… QUE GERAÇÃO?
    A GERAÇÃO QUE NÃO SE CONFORMA COM GESTOS PRONTOS, COM “ETIQUETAS ESPIRITUAIS”, COM ARTES BELAS COM GESTOS MILIMÉTRICAMENTE IMPOSTOS… É CLARO QUE NÃO ESTOU QUERENDO DIZER QUE NÃO DEVEMOS ENSAIAR OU MONTAR COREOGRAFIAS, LÓGICO QUE TEMOS QUE NOS APERFEIÇARMOS PQ DEUS É DIGNO DE EXCELÊNCIA. MAS, VIVER A LIBERDADE (VEJA BEM, LIBERDADE E NÃO APENAS EMOÇÃO) EM CRISTO É MAIS QUE DEMAIS, SEGUIR O PULSAR DO CORAÇÃO TRANSFORMANDO UMA ORAÇÃO DE GRATIDÃO A TUDO QUE ELE NOS DÁ EM UMA DANÇA QUE NÃO SE DEFINE POR RITMO MAS POR ADORAÇÃO ÍNTIMA AO PAI! O ESPÍRITO SANTO É O NOSSO GUIA E FAZ COM QUE NÃO SÓ ENTENDAMOS O QUE É IR ALÉM DA DANÇA, MAIS QUE ISSO… NÓS SOMOS LEVADOS A VIVER ESSA REALIDADE E NOS DESPRENDEMOS DOS OLHARES HUMANOS E FITAMOS NOSSOS OLHOS NAQUELE QUE NOS CHAMOU!
    VOU PARAR POR AQUI PORQUE SENÃO VOU ACABAR COM A TELA KKKKKKK…
    É ISSO!

  • isabelcoimbra

    Nossa Felipe!!!!!!!!
    Que texto!
    Fui impactada por cada palavra sua!
    Também feliz por ver em vocês do MUdança uma crescente posição em direçào ao cântico novo de Salmos 33.
    Abração!!!!!!
    Bel Coimbra

  • isadora

    OI TOLLER MEU NOME É ISADORA QUE PALAVRA TREMENDA FOI ESSA . FIQUEI MUITO MEXIDA COM UMAS DE SUAS FRASES QUE FOI”MUITAS DAS VEZES NÃO FAZEMOS O Q E ESPÍRITO SANTO NO PEDE POR CAUSAS DAS PESSOAS DO ,QUE ELAS IRÃO PENSAR OU DIZER(VERSÃO DE ISADORA RS).MAIS É VERDADE AS VEZES O ESPIRITO SANTO QUER TOCAR EM UMA VIDA ATRAVÉS DE UM MOVIMENTO, Q ELE NOS PEDE, E NÃO FAZEMOS PORQUE, OUVIMOS AQUELA VOZ QUE DIZ “OLHA AS PESSOAS” NÃO POSSO DIZER Q NUNCA FIZ ISSO PQ JA FIZ TODOS NOS, MAIS DEPOIS PENSAMOS COMO AQUELE PASSO IRIA FAZER DIFERENÇA NA VIDA DAS PESSOAS. CREIO SIM Q DEUS QUER NOS LEVAR AO MAIS PROFUNDO, DO PROFUNDO , MAIS PRIMEIRO TEMO QUE SABER O Q É LIBERDADE…….. UM ABRAÇÃO!!!!! PRA VCS DO MUDANÇA E QUE CADA DIA O SENHOR POSSA ESTAR FALANDO MAIS E MAIS COM VCS. BEIJOSSSSSSSS

  • Deborah

    Olá a paz à todos meu nome é Deborah sou do Guarujá /Sp congrego na Surfista de Cristo e temos um grupo de dança bem pequeno e foi muito engraçado ler tudo isso foi mais uma confirmação de Deus pq sempre falo pra Deus que queria ter dinheiro pra melhorar mais; estudar sobre dança pois sou a apaixonada e a x me entristece as minhas limitações por não ter técnicas mas um dia orando com meu irmão ele me disse …a dança ministra o que o Espírito vive por isso não se deve ter medo de fazer que por mais que sejamos limitados Deus capacita e ontem fiquei super grata por mais uma vez Deus ter me capacitado para simplesmente adora-Lo…. Toda a sua experiência de tecnicas e tal Deus Felipe me mostrou que o Espírito Dele é essencial sem isso não somos nda e através da sua vida pude ter certeza disso pois vcs são tão usados por Deus e derrepende vc se viu liberto para O adorar isso foi tremendo um dia quero ter a oportunidade de estar ai com vcs dançar livremente simplesmente para adorar o Nosso Criador amo vcs ..bjos Deus abençoe, se vc que se sentia preso já era tão usado imagine agora obras maiores Deus fará em sua vida eu creio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: